conecte-se conosco

Brasil

Menina de 13 anos que morreu grávida do pai contou o crime a mãe e ela não acreditou

A adolescente veio a óbito na última quarta-feira (11), por complicações de saúde

Publicados

em

Mceara 2019 12 14 00.23.45 01

O delegado José Barradas, titular da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Coari, solicita a colaboração de todos na divulgação da imagem de Tomé Silva Faba, 36, que está sendo procurado por abusar sexualmente e engravidar a própria filha, Luana Ketelen da Silva Faba, que tinha 13 anos de idade e estava grávida de 25 semanas.

De acordo com a autoridade policial, o crime aconteceu na comunidade Santa Maria do Iguapó Grande, zona rural daquele município, distante 363 quilômetros em linha reta da capital. Na ocasião, a adolescente que morava com os pais, era chamada para ir pescar com o infrator e durante a pescaria o homem abusava sexualmente da própria filha.

Leia também  Criança de 11 anos é estuprada com consentimento da família; ela já teria sido abusada pelo tio

“A vítima foi questionada pela mãe em relação ao pai da criança, momento que ela relatou que tinha sido o próprio pai, a mãe da adolescente não acreditou. Por complicações de saúde a menina foi levada, na quarta-feira, a uma unidade policial daquela cidade, onde entrou em trabalho de parto prematuro, ocasião que a vítima veio a óbito. A criança está em uma incubadora sendo devidamente atendida”, disse o delegado.

Uma prima de Luana, que preferiu não se identificar, contou para a equipe de reportagem do Manaus Alerta, que a família não desconfiava que o pai abusava da própria filha, e a menina não havia contado antes pois o mesmo a ameaçava de morte.

Leia também  Gari quebra coluna de cachorro com chute; animal precisou ser eutanasiado

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Conforme a titular da DIP de Coari, após a tia da vítima formalizar um Boletim de Ocorrência (BO) relatando o crime, foi representado à Justiça o pedido de prisão do infrator. A ordem judicial em nome dele foi expedida no dia 5 de dezembro pelo juiz Fábio Lopes Alfaia, da 1ª Vara da Comarca de Coari.

Disque-Denúncia

Quem puder colaborar com informações sobre a localização de Tomé, entrar em contato com a equipe da DIP de Coari por meio dos números: (97) 3561-3815 ou 3561-3124, o disque-denúncia da delegacia.

Por Manaus Alerta com informações da assessoria

Continue lendo
Propaganda